arrow-sharparrowarticle-iconchevron-downcross-iconlogo-darklogo-whitemenu-leftnot-foundpolygonquiz-iconsearchstar-emptystar-fullstar-half
account-outlineaccountapp-storearrow-leftbillcartchevron-down copychevron-downclosecross-iconcube copycubefooter-applefooter-facebookfooter-instagramfooter-linkedinfooter-play-storefooter-twitterglobal-minusglobal-plushome-outlinehomelogoutmenuplay-storesearchsuccess-thumps-upterminal

Prodotto eliminato correttamente!

VISUALIZZA TUTTI I QUIZ
4.6 (120 Votos)

Carta de condução B1 - O que necessita de saber para tirar a carta B1

Categoria B1

Candidatos à Categoria B1

INICIAR TESTE
4.6 (120 Votos)

Simuladores de testes de código para a carta B1: informações úteis para tirar a carta de condução B1

20 min. 17/02/2022 17/02/2022

O automóvel tornou-se omnipresente nas nossas vidas e é, atualmente, quase uma extensão do próprio corpo humano. Especialmente nas grandes cidades, praticamente que já não sabemos viver sem ele. Para termos uma ideia da sua influência no estilo de vida moderno, basta olhar para os números de Portugal, que é o sexto país europeu com a maior frota automóvel. Segundo os últimos dados oficiais, o número de carros no nosso país supera os 5,2 milhões.

Entretanto, em plena crise ambiental, tem havido uma maior consciencialização para a mudança de hábitos. Por um lado, tem-se procurado reforçar as redes de transportes públicos, para reduzir o número de automóveis na estrada e, consequentemente, a poluição e as emissões de dióxido de carbono para a atmosfera. Por outro lado, é fundamental acelerar a transição energética e abraçar cada vez mais a opção dos veículos elétricos, em detrimento dos combustíveis fósseis, que além de serem limitados têm uma pegada carbónica muito mais elevada.

Independentemente do tipo de automóvel que tem ou que pretende conduzir no futuro, irá sempre necessitar de possuir a respetiva licença de condução. A carta de condução, nomeadamente a de categoria B1, que diz respeito aos veículos ligeiros, é o documento oficial necessário para poder circular na estrada, tanto em território nacional como na maioria dos territórios estrangeiros. É um documento que, apesar de exigir alguma dedicação, é relativamente simples e fácil de tirar. Se está a preparar-se para tirar a carta B1 então este artigo é para si, já que preparamos um pequeno guia prático com tudo o que necessita de saber sobre o assunto.

Quais os requisitos mínimos para tirar a carta B1 de ligeiros?

Licença de condução Carta B1 - Testes de código para a carta de condu

Tirar a carta de condução B1 ou carta B1, que abrange todos os automóveis ligeiros, é relativamente simples e fácil. No entanto, para o fazer, necessita de cumprir determinados requisitos mínimos. Para começar, deve ter 18 anos de idade ou mais, se bem que pode iniciar as aulas de código até um período de seis meses antes de celebrar os 18 anos. Mas não é tudo. Para além disso, é preciso que resida oficialmente em território nacional, quer seja no continente, nas regiões autónomas da Madeira ou dos Açores.

Ademais, deve possuir aptidão física e psicológica comprovada. Ou seja, isto significa que necessita de ter um comprovativo médico oficial a atestar a sua capacidade física e mental para poder conduzir e circular na estrada de forma segura, para si e para os outros. Finalmente, caso cumpra todos estes requisitos, pode então inscrever-se na carta B1, ficando aprovado para a condução quando obter aprovação nos respetivos teste de código e, posteriormente, exame prático de condução.

Antes de se submeter ao exame de código, o proponente tem que frequentar pelo menos 28 aulas em regime presencial, não necessariamente consecutivas. O teste tem 40 questões e o seu objetivo é garantir que o candidato ao tirar a carta B1 domine conhecimentos básicos sobre a circulação rodoviária, nomeadamente sobre as regras da estrada, o significado da sinalização e como se comportar. Além deste teste, o proponente precisa ainda de obter aprovação no exame prático, após 32 aulas de condução. Este teste é efetuado ao volante de um automóvel, sobre a supervisão de um inspetor credenciado para o efeito do Instituto da Mobilidade e Transportes (IMT). Uma forma muito eficiente de treinar e estudar para estes testes é através dos Quizzes de testes de código para a carta de condição categoria B1.

Carta de condução B1 - O que é o IMT?

O Instituto da Mobilidade e Transportes, conhecido comummente pelas iniciais respetivas de IMT, é um instituto público, que apesar de estar sob a alçada do Estado, tem autonomia tanto administrativa quanto financeira. Com jurisdição sobre todo o território continental e sobre as regiões autónomas da Madeira e dos Açores, o IMT tem como objetivo regular, coordenar, fiscalizar e planear todo o sector dos transportes e respetivas infraestruturas em Portugal.

De uma forma mais particular, o IMT apoia o Governo Português no desenvolvimento, análise e implementação de políticas de mobilidade, na coordenação dos sistemas de circulação e segurança, na gestão destas infraestruturas ou na regulação do transporte público e de passageiros. No caso particular da cartas de condução categoria B1, as quais abordamos neste pequeno artigo, o IMT é precisamente a entidade responsável pela emissão das cartas de condução, garantindo ainda a sua segurança, revalidação e substituição, caso seja preciso.

O IMT é o sucessor oficial de outros institutos entretanto extintos, como o Instituto das Infraestruturas Rodoviárias, o Instituto Portuário e dos Transportes Marítimos ou a Comissão de Planeamento de Emergência dos Transportes Terrestres, o que faz com que possamos dizer que a sua génese remonta ao século XIX, nomeadamente a 1852. O IMT conserva um fundo documental, que pode ser consultado por profissionais, académicos e estudiosos que procurem aqui documentação de apoio fundamental ao seu trabalho.

Que veículos posso conduzir com a carta de condução B1?

O detentor de uma carta B1 está habilitado a conduzir todos os veículos de categoria B e B1, assim como de categoria A e A1, se bem que neste caso existem algumas especificidades próprias. Isto significa, de forma prática, que o condutor com uma carta de condução deste tipo pode conduzir automóveis ligeiros, veículos de categoria A1 se tiver mais de 25 anos ou se for titular de carta de categoria AM ou licença para ciclomotores, veículos agrícolas de categoria I e II, máquinas industriais ligeiras, veículos de categoria AM, triciclos com potência superior a 15 kW desde que tenha mais que 21 anos de idade e veículos de categoria B1.

Isto inclui ainda auto-caravanas, já que esta é uma questão muito comum junto dos condutores. Uma caravana é um veículo de categoria B, já que esta abrange todos os veículos a motor até 9 passageiros que não tenham mais do que 3500 quilogramas de peso. Nos últimos tempos, as auto-caravanas têm voltado a ganhar grande popularidade junto da população em geral, especialmente daqueles que procuram voltar a conectar-se com a natureza e com o lado mais telúrico da vida.

O estilo de vida moderno leva quase sempre a elevados níveis de stress e de ansiedade, o que resulta em elevados problemas de saúde mental ou de esgotamentos nervosos. As auto-caravanas são uma ótima forma de abrandar. Os nómadas digitais vieram aproveitar todo o potencial da internet para experimentar uma vida mais livre, explorando a liberdade do trabalho remoto, onde muitas vezes a auto-caravana é o veículo preferencial. E, para isso, a carta B1 é o suficiente para conduzir.

Quando renovar a carta B1?

Simuladores de código para Carta B1 - Testes de código para a carta de condução b

Em 2019, a lei nacional mudou e a renovação da carta B1 e todas as outras passou a ser de cariz obrigatório. Tudo depende da idade do condutor e da data em que tirou a mesma. Quem não cumprir arrisca-se a ter de pagar uma coima, que pode ser elevada, ou até mesmo ter de voltar a fazer os testes de código e de condução.

Assim, para quem detém uma carta B1 a primeira renovação é determinada assim que celebrar 50 anos, caso seja condutor desde 2 de Janeiro de 2013. Contudo, se por acaso obteve a sua carta entre 2013 e 30 de Julho de 2016, a data de renovação já vem determinada no próprio documento. A partir daí, a renovação deve ser feita a cada 15 anos, até aos 60 anos de idade.

Já para todos aqueles que tiraram a carta após o dia 30 de Julho de 2016, a renovação é obrigatória a cada 15 anos até celebrar os 60 anos de idade. A partir dos 70 anos, a revalidação do documento tem de ser feita obrigatoriamente a cada dois anos, com a apresentação de um atestado médico, oficial, que garanta estar apto para o exercício, tanto do ponto de vista físico como do ponto de vista psicológico.

Para renovar a carta de condução categoria B1 deve dirigir-se a um dos vários balcões oficiais do IMT que se encontram espalhados pelo território nacional, num processo que tem custos, como é natural. São 30 euros para os menos de 70 anos e 15 euros para os maiores dessa idade. Também pode proceder à renovação online, o que torna tudo mais simples, rápido e ainda mais barato, já que quem optar por esta modalidade obtém um desconto de 10 por cento. Quem for apanhado na estrada com a carta caducada arrisca-se a uma coima dos 120 aos 600 euros, podendo ter ainda que repetir o código, caso o prazo de validade já tenha ultrapassado os 2 anos.

O que é necessário para tirar a carta B1?

Para tirar a carta B1 em Portugal, necessita primeiro de tudo, juntar todos os documentos oficiais necessários. São eles o Cartão de Cidadão, devidamente válido, um atestado médico oficial, que ateste as suas condições físicas para conduzir, e um certificado de avaliação psicológica, que como o próprio nome indica atesta as suas capacidades mentais para a prática rodoviária. Estes dois atestados podem ser obtidos em qualquer médico especialista, mas nas próprias escolas de condução, já que a maioria delas disponibiliza este serviço.

Além disso, tirar a carta de condução categoria B tem custos, como é natural. Segundo a DECO, a Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor, o preço para tirar a carta em Portugal no período anterior à recente pandemia da COVID-19 andava entre os 375 e os 920 euros. E isto para quem não chumbasse e precisasse de repetir um dos dois exames. Contudo, este é um cenário que até tem tendência a piorar, devido à inflação e ao cocktail explosivo que tem levado ao aumento do preço das matérias-primas em todo o mundo, resultante da recente pandemia provocada pelo novo coronavírus.

Quanto tempo se demora para tirar a carta B1?

Quanto ao tempo que uma pessoa demora a tirar a carta B1, tudo isso é muito relativo, já que depende da vida pessoal e da disponibilidade cada pessoa. No entanto, de acordo com a média nacional, esse período varia entre os 3 e os 6 meses. A carta B1, por exemplo, obra a uma frequência mínima de, pelo menos, 16 horas de aulas teóricas. Obviamente que poderá fazer mais aulas, caso ainda não se sinta preparado para dar o próximo passo. Quanto à prática de condição, deve ter no mínimo 32 horas e 500 quilómetros.

Como funcionam os pontos das cartas de condução independentemente de ser carta B1?

Recentemente, mais especificamente no ano de 2016, a lei rodoviária em Portugal alterou-se e entrou em vigor a carta de condução por pontos. Este é um novo sistema que pretende melhorar a prevenção rodoviária, através de um sistema de recompensa e castigo, que procura emular o que já se segue em vários outros países estrangeiros, especialmente dentro do espaço Europeu.

Assim, todos os condutores, independentemente de terem carta B1 ou outra, começam com 12 pontos. Depois, de acordo com a sua prestação atrás do volante, poderá vir a perder ou a ganhar mais pontos. Ou seja, se tiver mais de 12 pontos, não tem que se preocupar com mais nada; mas ao perder pontos na sua carta B1 poderá ter que ir frequentar ações de formação ou ficar mesmo proibido de voltar a conduzir.

Assim, todos os condutores que efetuarem uma contra-ordenação grave perdem 2 pontos na sua carta. Se esta for repetente então a perda ascende aos 4 pontos. Se por sua vez o condutor efetuar um crime rodoviário, a perda pode ir até aos 6 pontos. Conduzir sobre o efeito de álcool pode levar à perda de 3 pontos e por contra-ordenações muito graves a perda pode ir dos 5 aos 12 pontos. Se, em contra partida, ao fim de 3 anos não tiver tido qualquer penalização na carta B1, então é recompensado com 3 pontos, se bem que os condutores profissionais apenas necessitam de esperar 2 anos. Isso deve-se ao facto de passarem mais horas a conduzir do que um condutor tradicional, como é natural.

Dicas e conselhos para tirar a carta de condução B1

Não existem fórmulas mágicas para tirar a carta de condução B1, mas existem algumas dicas que pode seguir de forma muito simples e fácil para que todo o processo se torne muito mais fácil e eficiente. Até porque a carta B1 representa um investimento significativo, tanto do ponto de vista económico quanto do ponto de vista do tempo, o que quer dizer que não convém nada chumbar e ter que voltar a repetir um dos exames.

Assim, o primeiro grande conselho passa por estudar, estudar muito. Fazer testes de código é muito útil, se bem que também pode levar ao risco de mecanizar o seu processo e, ao memorizar as perguntas e as respostas, acaba por não aprender realmente a matéria. Seja como for, os testes são um ótimo auxiliar e sites como o Easy Quizzz são quase indispensáveis para qualquer aspirante a condutor de uma carta B1.

Com os simuladores de código da Easy Quizzz pode treinar para o seu exame de código desta categoria de uma forma fácil e simples. Apenas tem de selecionar qual o exame de código que deseja fazer, o número de questões e o tempo disponível que tem para treinar.

Não deve desanimar se ao inicio estiver a errar muitas perguntas, porque com o treino consistente irá melhorar. Assim, que fizer dezenas de testes irá ver que o rácio de respostas erradas começa a diminuir a cada vez se irá tornar mais confiante.

Na estrada, é importante sentir confiança com o instrutor. Só assim poderá sentir-se com segurança suficiente para exprimir tudo o que sabe, melhorando a sua prestação ao volante. Ainda ao volante, outra dica importante é experimentar a auto-estrada, já que este é um ambiente de grande exige cia psicológica. E, enquanto detentor de uma carta B1, certamente irá ter que conduzir muitas vezes em auto-estrada. Finalmente, mas não menos importante, procure repetir muitas vezes o que domina pior. Procure efetuar muitas rotundas ou aperfeiçoar as manobras de estacionamento, apenas para mencionar dois dos casos que, por tradição, mais dificuldades oferecem aos condutores novatos.

No fundo, tirar a carta de condução B1 é como qualquer outra tarefa na vida. É fundamental preparar-se convenientemente para a demanda, fazendo o trabalho de casa de forma competente, responsável e inteligente. De seguida, é necessário dedicação e exigência. Conduzir é um processo de enorme cidadania, já que coloca em perigo a vida de terceiros e, como tal, é fundamental seguir o código e as regras da estrada. E ao seguro estes princípios tudo se torna mais fácil.

Agora que já sabe tudo sobre a categoria B1 já se pode começar a preparar para o exame de código.

Com os recursos da nossa plataforma Easy Quizzz, pratique as questões do exame regularmente. Sinta-me muito mais confiante enquanto estuda e no dia do exame.

arrow-leftcharm-refreshpark-outline-timersmall-arrow-leftuil-pen